Impossível não vincular Itu aos objetos gigantescos, como o orelhão e o semáforo que decoram a Praça da Matriz.

A fama das peças enormes acabou por encobrir uma outra Itu, repleta de encantos naturais e histórias que merecem ser descobertos. São largos, igrejas centenárias, museus e antiquários instalados em belos sobrados e casarões dos séculos 18 e 19, além de fazendas e parques perfeitos para curtir com a criançada.

Tour cultural conduz a igrejas suntuosas, como a Matriz da Candelária

Quem está com os pequenos não pode perder a Fazenda do Chocolate, com pavões, araras, galos, cavalos, coelhos e cisnes, além de produção e venda de chocolates, bolos, crepes e queijos. A propriedade ainda preserva a bela arquitetura e guarda muitas histórias e causos da região - devidamente contadas por compadre Timóteo durante um cafezinho feito no fogão a lenha.

O tour infanto-juvenil deve incluir também o Parque do Varvito. Construído na área de uma antiga pedreira de 45 mil metros quadrados, remete a uma formação geológica da Era Glacial. Além do contato com a natureza, oferece painéis didáticos sobre a manifestação geológica, gruta, bosques, lago, cascata, quiosques, playground, anfiteatro e espaço para exposições.

Outra opção é a Cidade das Crianças, um parquinho simples mas muito movimentado por conta do playground e das atrações como Banco de Areia, Casa do Tarzan e Mini Cidade, além do Coreto, onde acontecem apresentações infantis. Para a turminha que gosta de velocidade, a dica é o Kartódromo Arena Schincariol, com pista profissional aprovada pela Federação Mundial de Kart.

A natureza é destaque ainda na Estrada Parque, a antiga Estrada dos Romeiros que ainda hoje mantém a tradição das romarias feitas a pé e a cavalo rumo ao santuário de Pirapora do Bom Jesus. Localizada às margens do Rio Tietê e emoldurada por Mata Atlântica e fazendas de café, reúne hoje restaurantes e lojinhas de produtos típicos. Por ali, lazer, preservação e cultura são as palavras de ordem.

Itu também vem despertando para o turismo rural. Os roteiros - preferidos da turma da terceira idade - incluem visitas a fazendas, passeios a cavalo, pescarias, caminhadas... Na Fazenda Santo Antônio da Bela Vista, a diversão é garantida do cafezal ao cafezinho. O programa começa com farto desjejum seguido por um tour que apresenta todo o processo da produção cafeeira. Na volta à casa-sede, os visitantes são recebidos com aperitivo, torresminho e mandioca frita. Em seguida é servido o almoço caipira, regado a muitos causos. A soneca na rede também faz parte do passeio.

No quesito história e cultura, o passeio ao período colonial pode começar na Praça da Independência, onde está a Igreja do Carmo. Erguida há mais de 200 anos, exibe pinturas de teto assinadas por frei Jesuíno do Monte, um dos nomes consagrados da arte sacra brasileira. Da igreja, vale seguir em direção ao Museu Republicano, repleto de histórias do Brasil. O tour continua pela praça Padre Miguel - aquela do orelhão e do semáforo gigantes -, para apreciar a imponente torre da Matriz da Candelária, de 1780. Em seu interior, ornado com acabamentos nos estilos barroco e rococó, estão pinturas de frei Jesuíno e um órgão de 700 tubos.

Nos arredores da Praça da Matriz ficam as lojinhas de suvenires repletas de borrachas, lápis e cotonetes enormes e o Bar Alemão, um restaurante centenário que serve o famoso filé à parmegiana "de Itu". Por ali estão também a doceria Senzala, com as queijadinhas mais concorridas da região; e a rua Paula Souza, tomada por sobradões seculares, muitos ocupados por antiquários. Vale a pena entrar e sair das casas, seja para apreciar os pátios internos, as fachadas de azulejos ou as exposições permanentes.

TV A CABO

AR CONDICIONADO

FRIGOBAR

WI-FI GRÁTIS

GARAGEM FECHADA E COBERTA

SEGURANÇA 24 HORAS